4210663646.8dd5717.bd75893b89904ee68ac0b44ca902aa72

Hello, Hello, Helloooo

Este Dia da Criança não fazia sentido se não falássemos destas pérolas.

As crianças da Ásia sempre nos demonstraram um enorme carinho e curiosidade. Olham, apontam, mas sempre com um sorriso na cara.

Aqui no Cambodja, quando já não esperávamos surpresas, eis que o fenómeno se multiplica. As crianças sabem a globalidade da palavra “Hello” e quando nós passamos não há nem uma que deixa passar a oportunidade de a gritar com entusiasmo. Vêm a correr de onde estiverem, ou berram mesmo de longe. Não há “hello” que fique preso, libertado pela ternura da pequenagem.

Confesso: às vezes é demais. É cansativo corresponder a um cumprimento de 30 em 30 segundos. Sinto-me um famoso na via pública. Mas assim como o Ronaldo precisa dos fãs, o mundo precisa do estado puro das crianças.

Neste dia e em todos os restantes, tratemos bem dos nossos rebentos. Que não lhes seja retirado nada daquilo que já não temos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.