4210663646.8dd5717.de874b916a494287b38e584ca2eda12c

O comboio da confiança

O choque cultural é um evidente distúrbio para o viajante, mas foi por este vector que se guiou o Viagens 100 Nomes. Estivemos à procura do “incómodo”. Só assim se aprende a relacionar com os outros. Só assim se aceita o facto de haver culturas diferentes daquelas a que a nossa realidade nos habituou.

Assim o foi na Índia: um caso especial que nos levou algum tempo para nos sentirmos confortáveis. Invasivos e sem qualquer tipo de vergonha, os indianos olham-nos sem pudor. O toque e a proximidade são elementos naturais nas relações humanas neste gigante país. Até aqui, tudo bem. São processos que o viajante tem de se sujeitar para onde quer que vá. 

Mas aquilo que mais nos custou foi a falta de confiança que tivemos nos indianos, muito por causa dos primeiros três dias na Índia, em Nova Deli. Assim que chegámos à cidade, com caras de perdidos, fomos abordados por muita gente que nos tentou levar por caminhos errados, não sabemos bem porquê; os preços dos Tuk-Tuk são tão dispersos que ainda hoje não sabemos os que correspondem à realidade; os alojamentos mentem em relação às condições. Mas o episódio que mais nos custou foi o facto de querermos comprar um bilhete de comboio para sair daquela cidade e não conseguirmos, porque ninguém nos ajudou. 

A primeira tentativa foi numa agência de turismo. Entrámos para ir buscar um mapa, mas logo nos apercebemos da demasiada simpatia. Foi num instante que nos quiseram vender viagens a preços impensáveis. Recusámos.
No hostel, assim o fizeram também e isto custou-nos ainda mais, porque se nem nos donos do hostel podemos confiar, em quem é que podemos?

Foi um casal de argentinos que nos disse qual seria o sítio correcto para comprar bilhetes e acabou por ser uma tarefa bastante fácil. Mas lá que andámos enrascados, andámos! Não foi uma situação confortável. Condicionou-nos o resto da viagem e criámos aversão em confiar. Mesmo naqueles em que se calhar até o mereciam.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *